Home / Curiosidades web / Google tem um controle riguroso sobre as alertas SSL

Google tem um controle riguroso sobre as alertas SSL

O gigante da internet decidiu alterar suas notificações de sites não seguros para garantir a segurança dos usuários na web. O motivo disso é porque uma grande porcentagem das mensagens que eram enviadas, não eram lidas pelos usuários que acessavam páginas perigosas pondo em risco os seus dados.

A transferência de dados na internet sempre é um dos grandes problemas que afronta o mundo virtual. A confiança que gera estar sentado num lugar seguro perante um computador navegando, faz com que muitas das vezes as pessoas não sejam cientes dos perigos que podem aparecer em algumas páginas web.

Faz algum tempo já, que Google está trabalhando muito para melhorar a segurança na internet. Assim foi como em meados do ano 2014 decidiu dar mais importância aos sites que utilizam o protocolo HTTPS / SSL. Desta forma, todos aqueles que possuem certificados SSL aparecem entre os primeiros resultados das pesquisas.

Quando falamos de Certificados HTTPS (Hipertext Transport Protocol Secure) / SSL (Secure Sockets Layer), estamos nos referindo ao sistema de encriptação de informação (geralmente dados econômicos). Por meio destes certificados, dados importantes como números de cartões de crédito ou contas bancárias viajam com segurança através da web, impedindo que terceiros possam acessar neles.

Entre todas as medidas que foi tomando o gigante das pesquisas pela internet para garantir a segurança, encontravam-se as alertas quando o usuário tentava acessar sites perigosos a partir do seu navegador Chrome. Mas as estatísticas não eram boas, apenas um 30% daqueles que recebiam esta notificação obedecia à advertência e fechava a página.
Segundo os desenvolvedores do Chrome, o problema era pela grande quantidade de texto e pelo uso de palavras muito técnicas:

1
Em uma apresentação Online, os especialistas explicaram que, por não compreenderem a advertência, os usuários escolhiam a opção de continuar e acessar o site que desejavam navegar. Em parte, isso também é atribuído à semelhança entre o botão de “Acessar de todos” e de “Voltar para um lugar seguro”:

2

É por isso, que agora decidiram renovar completamente a imagem de advertência baseando-se em três regras:

Instruções claras
Botão preferido atraente
Outros botões desapercibidos
O resultado é uma janela chamativa, com um texto simples e breve. Aliás, os lugares onde se precisa de maior atenção do usuário estão salientados com cores chamativas. Por último, o botão para “Acessar de qualquer jeito”, não se encontra visível, mas pode procurar as opções avançadas para achá-lo:

3

Durante o primeiro teste desta nova advertência de segurança, os resultados melhoraram muito. Um 30% que fazia caso à alerta de segurança duplicou e agora um 62% dos usuários preferem não acessar sites que Google marca como inseguros.
Os desenvolvedores confiam em poder aumentar esse número com novas melhorias, e assim em pouco tempo, todas as pessoas que utilizem sites na internet para vender ou que por algum motivo precisem os dados dos usuários que estiverem navegando, precisarão contar com os certificados SSL para garantir que todos os interessados em acessar o site o façam mesmo.

¡Añade un comentario!

Tu dirección de correo electrónico no será publicada. Los campos obligatorios están marcados con *